Orquídeas - Floricultura BH Orquídeas - Floricultura BH

Cinco dicas para ter orquídeas mais saudáveis

5 minutos para ler

Você sabia que é possível ter orquídeas bonitas e saudáveis dentro de casa ou mesmo no jardim? Essa planta exótica exige pouca manutenção e não requer muitos cuidados, apenas o necessário para que se desenvolva e floresça. 

Originárias da família orquidáceas, elas são encontradas em quase todos os continentes, principalmente em florestas e matas. Inclusive, o Brasil tem uma grande variedade de espécies. 

Geralmente as orquídeas florescem apenas uma vez por ano. No entanto, com alguns cuidados é possível ter plantas mais saudáveis e floridas por mais tempo. Confira nossas dicas!

Como cuidar das orquídeas 

Na maior parte do tempo as orquídeas só têm folhas. Porém, mesmo que a sua planta pareça estar saudável, sempre vale a pena intensificar os cuidados com ela. 

Orquídea - Floricultura BH

Garanta uma boa quantidade de luz

As orquídeas precisam de energia suficiente para gerar novas flores. Por isso, elas são muito comuns em regiões tropicais, onde há sol abundante o ano todo. 

Observe a localização da orquídea em casa. Se ela estiver em um ambiente interno, deixe-as próximo às janelas, onde a luminosidade é maior. A exposição solar é bem-vinda, mas dê preferência ao sol da manhã.

Se quiser plantar sua orquídea na área externa, escolha um local bem iluminado, mas com sol indireto. Sob as árvores elas se desenvolvem muito bem. 

Invista na adubação

A adubação correta é uma estratégia muito utilizada para que as orquídeas tenham condições de florescer. Os adubos para essas plantas podem ser orgânicos, químicos (minerais) ou mistos. 

Entre os minerais, temos o NPK, composto formado por Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K), nutrientes indispensáveis para a sobrevivência de uma planta. O NPK deve ser dissolvido em água e aplicado a cada 15 dias. 

Entre os adubos orgânicos, prefira os mais seguros, como a torta de mamona e a farinha de osso. O adubo da marca Bokashi é um dos mais conhecidos por promover o equilíbrio biológico do solo. 

Por fim, os adubos mistos (formados por uma mistura de orgânicos e minerais) são facilmente encontrados em lojas especializadas e devem ser aplicados conforme as instruções do fabricante. 

Invista na adubação de suas orquídeas, mas use com moderação. Tenha em mente que o excesso de adubo mata mais do que a falta dele. 

Orquídea em casa - Flores BH

Prefira planta-las em áreas externas

Ter uma orquídea dentro de casa é possível, mas sabia que esse tipo de planta se desenvolve muito melhor no jardim. As orquídeas precisam de variação de temperatura para que o pleno florescimento. 

Se não houver como plantar suas orquídeas fora de casa, deixe-as sempre em locais bem iluminados e, de preferência, com as janelas abertas durante a noite, para que possam receber ar frio. 

Faça as regas com moderação

Embora sejam típicas de regiões tropicais, as orquidáceas não gostam de muita água. Tanto que regas em excesso costumam ser prejudiciais e causam diversos problemas. 

Quando recebem muita água, as raízes ficam sufocadas e podem apodrecer. E raízes ruins prejudicam o florescimento da orquídea.

Uma técnica para descobrir se a planta precisa de mais água é colocar o dedo no solo até uma profundidade de dois centímetros. Se o substrato estiver úmido, não precisa regar. 

Do contrário, se a terra estiver seca, é hora de fazer uma nova rega. Mas, assim como a adubação, o excesso de água mata mais do que a falta dela. 

Orquídea - Floricultura Belo Horizonte

Escolha o vaso corretamente

Orquídeas cultivadas em ambientes internos se adaptam bem em vasos de plástico ou de cerâmica. No entanto, sempre vale a pena considerar a espécie escolhida, o clima da região, o substrato e o tempo disponível para cuidar da planta.

Esses cuidados são importantes porque vasos de plástico retém umidade, enquanto os de cerâmica são mais porosos. Portanto, se você mora em uma região chuvosa, escolha uma espécie que não precise de muita rega ou escolha um vaso de cerâmica. 

Em geral, orquídeas plantadas no jardim se adaptam melhor aos vasos de barro, pois apesar de serem mais caros, drenam melhor a água da chuva. 

Ao plantar, observe se a orquídea está bem acondicionada no vaso. De preferência, deixe a base da planta uns dois dedos abaixo da boca do recipiente. 

Ao acomodar a espécie no vaso, observe em que lado surgem os brotos. Feito isso, encoste o lado oposto ao recipiente, para que a planta tenha sustentação para se desenvolver. 

Caso precise trocar a orquídea de vaso, acrescente chips de fibra de coco ou musgo na nova morada da planta. Não esqueço de lavar o musgo para retirar o excesso de areia. 

Aplicando essas recomendações, suas orquídeas vão crescer saudáveis e ficarão bonitas por muito mais tempo. E para acertar na escolha da espécie, converse com sua floricultura de confiança. 

Posts relacionados

Deixe um comentário