como cultivar ervas temperos como cultivar ervas temperos

Da decoração à mesa: 7 ervas para cultivar em casa e usar como tempero na cozinha

5 minutos para ler

Você sabia que algumas plantas podem ser usadas na gastronomia e cultivadas em casa?

Nesse artigo você vai conhecer 7 ervas aromáticas que temperam seus pratos, mas também embelezam varandas e jardins. Algumas até com propriedades medicinais. 

Quem sabe depois da leitura você começa aquela pequena horta com temperinhos ou chás para ter sempre a mão? 

1. Orégano

É uma erva perene e muito aromática, usada principalmente na cozinha mediterrânea. Para cozinhar, utilizamos as folhas frescas ou secas, sendo que as desidratadas têm mais sabor. 

 O chá da planta fortalece a imunidade, ajuda na digestão, regula o ciclo menstrual e proporciona um sono mais relaxante. 

Para cultivar orégano em casa, use vasos com solo deve fértil e úmido, porém bem drenado. A irrigação deve ser frequente, mas evite o excesso de água. 

A planta se desenvolve melhor em regiões de clima ameno, com temperaturas entre 21 e 25 ºC e luz solar direta durante algumas horas do dia. 

Como usar o orégano na cozinha

  • Combina com tomates e legumes de sabor intenso como berinjela e pimentão;
  • Para temperar carnes, especialmente a de cordeiro;
  • Para incrementar torradas e omeletes. 

2. Manjericão

O manjericão é uma planta versátil e muito utilizada na culinária, como tempero. De perfume marcante, a erva também é conhecida como alfavaca ou erva-real. 

Cultive em vasos, sementeiras ou diretamente no solo, em ambientes com luminosidade e irrigação regular a cada dois ou três dias.  

O manjericão precisa receber pelo menos quatro horas diárias de sol. Nessas condições, a planta pode produzir folhas por até três anos. 

A planta tem propriedades antissépticas, analgésicas e cicatrizantes. Usado como chá ou óleos essenciais, o manjericão auxilia no tratamento da faringite e da laringite, além de fortalecer o sistema imunológico. 

ervas temperos

Como usar o manjericão na cozinha

  • Em massas, sanduíches, omeletes e saladas;
  • Em molhos à base de tomate;
  • Na pizza Marguerita, famosa no mundo todo. 

3. Alecrim 

É uma erva de folhas bem estreitas, com perfume característico e marcante. Além de seu uso na gastronomia, a planta decora os ambientes, emanando um aroma agradável e discreto. 

A espécie resiste bem sem água e a rega pode acontecer a cada três dias. O alecrim se adapta em pequenos espaços como jardineiras ou vasos de tamanho médio. 

De preferência, use a planta fresca. Um ramo de manjericão é suficiente para fazer chá ou em banhos e massagens. 

O alecrim é benéfico para o sistema digestivo e nervoso, pois combate a ansiedade e o estresse. Atua como antioxidante, além de aliviar as dores causadas pela artrite. 

Como usar o alecrim na cozinha

  • Em refogados, sopas ou para grelhar vegetais;
  • Em carnes assadas (frango, salmão e porco);
  • Nos cozidos e nas tortas;
  • Para dourar batatas na manteira. 

4. Tomilho

Planta com pequenas folhas, o tomilho pertence à família da hortelã. É uma erva rústica que não exige cuidados extremos no cultivo. 

Se desenvolve bem em locais que recebam pelo menos quatro horas de luz por dia. A planta não precisa de muita água, por isso, a rega deve ocorrer quando a terra estiver seca. 

erva tomilho

Tem aroma agradável e propriedades medicinais que atuam como um remédio natural contra a bronquite. 

O consumo de tomilho aumenta a imunidade e melhora o humor. Também é utilizado na indústria de perfumes, cosméticos e sabonetes. 

Como usar o tomilho na cozinha

  • Em verduras e legumes;
  • Com aves e carnes bovinas grelhadas;
  • Feijão de todos os tipos;
  • Alimentos cozidos, marinados e omeletes. 

5. Hortelã

Tem aroma muito peculiar e sabor refrescante, graças ao mentol, substância que combate bactérias e atua como calmante de dores musculares.

O chá de hortelã auxilia a digestão, alivia sintomas da asma e de outras doenças respiratórias, além de melhorar a saúde bucal. 

Cultive a erva em vasos que devem ser regados para que a terra permaneça úmida, mas não encharcada. A planta precisa de seis ou mais horas de luz solar para se desenvolver. Prefira usar as folhas frescas, pois a planta, quando desidratada, perde o sabor. 

Como usar a hortelã na cozinha

  • Em saladas, sopas e outras refeições de entrada;
  • Em coquetéis, como o tradicional Mojito;
  • Com legumes, vegetais folhosos e leguminosas em geral;
  • Com carnes vermelhas e massas;
  • Em sobremesas para decorar e dar frescor.

6. Sálvia

Essa erva é como outras bastante utilizadas na cozinha, como alecrim, orégano, hortelã, tomilho e manjericão. As folhas da sálvia tem ação anti-inflamatória e antioxidante e podem ser consumidas como tempero, chás, óleos ou no banho. 

Cultive a planta em canteiros ou jardineiras com solo fértil e bem drenado. Irrigação em demasia prejudica o crescimento. Ela precisa de luz solar direta por algumas horas, todos os dias. 

tempero salvia erva

Como usar a sálvia na cozinha

  • Para acompanhar carnes (porco, peru e frango);
  • Para temperar grãos e ovos;
  • Em queijos e legumes;
  • Nas massas, por exemplo, no nhoque com manteiga de sálvia. 

Inspirada para começar o plantio? Em floriculturas e em boas casas do ramo você encontra tudo o que precisa para ter uma horta de ervas aromáticas em casa. 

Posts relacionados

Deixe um comentário